Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

no-fino
No comando: No Fino

Das 14:00 as 15:00

unnamed
No comando: Blá Blá Blá

Das 14:00 as 15:30

conexao-vida-plena-2
No comando: Conexão vida plena

Das 19:00 as 19:45

paulada-na-velha-com-deejay-wallace
No comando: Paulada na Velha

Das 20:00 as 20:40

toca-do-tatu
No comando: Toca do Tatu

Das 19:00 as 20:00

Idosos precisam passar por triagem para se imunizar contra a febre amarela; Tire dúvidas

Compartilhe:
idosos-e-vacina-da-febre-amarela

FONTE: G1

De acordo com Secretaria Municipal da Saúde, idosos que não possuem doenças que afetem o sistema imunológico ou estejam em tratamento de doença podem se vacinar.

Os idosos precisam passar por uma triagem antes de tomar a vacinação contra a febre amarela, segundo a Secretaria Municipal da Saúde. A Secretaria Estadual da Saúde diz que as pessoas com mais de 60 anos precisam passar pelo médico antes da imunização contra o vírus. No entanto, a pasta do município ressalta que apenas alguns pacientes necessitam de avaliação médica.

“É necessário fazer um questionamento, uma triagem em relação as contraindicações da vacina. Então, qualquer pessoa que chegar na unidade, independente dela ter 60 anos ou mais, ela deverá passar por uma triagem para saber se tem alguma contraindicação da vacina, ou seja, saber principalmente se tem alguma doença que deprima o sistema imunológico ou que esteja tomando alguma medicação de deprima o sistema imunológico”, afirmou a coordenadora de imunização da capital, Maria Lígia Nerger.

Em caso de dúvida, é preciso procurar o médico para avaliação clínica do paciente para saber se pode receber a vacina.

De acordo com ela, não é necessário um médico para definir a triagem nas UBSs, pois as equipes multidisciplinares estão habilitadas para a função.

Os casos de contraindicação são para as pessoas que fazem tratamento contra o câncer, tem lúpus, artrite reumatoide. “Em algumas situações é necessária avaliação médica para saber se a pessoa pode ou não receber a vacina”, afirmou Maria Lígia.

No município de São Paulo, nas regiões de vacinação cerca de 1,4 milhão já se vacinaram.

Desde o ano passado, São Paulo registrou 29 casos confirmados de febre amarela. Treze pessoas morreram.

Após o registro de novos casos da doença, o Ministério da Saúde decidiu aplicar a dose fracionada da vacina. A vacinação começa no dia três de fevereiro. Cinquenta e dois municípios do estado de São Paulo, além da capital, devem receber a vacina fracionada. A meta é imunizar 6,5 milhões de pessoas – 2,5 milhões só na cidade de São Paulo.

Apesar dos novos casos, a forma circulante da febre amarela é a silvestre (originária de matas) e, por isso, o Ministério da Saúde está fazendo campanhas de vacinação apenas em regiões de risco.

Com novos casos e mortes, no entanto, o imunizante está sendo ofertado em novos municípios; e, em alguns lugares, como em São Paulo, a vacina será ofertada em todo o estado.

Confira a lista de municípios atualizada até dezembro de 2017 e a lista dos municípios que receberá a dose fracionada, conforme divulgado na terça-feira (9).

DÚVIDAS

PRESSÃO ALTA

A pressão alta não é contraindicação da vacina contra a febre amarela, por ser comum nesta faixa etária.

CÂNCER

Quem faz tratamento com quimioterapia ou radioterapia não deve se imunizar.

EPILEPSIA

Se o sistema imunológico estiver em condições, não há contraindicações.

ALERGIA

Se tiver alergia grave a algum componente da vacina ou a ingestão do ovo não deve se vacinar. Nesse caso deve usar repelente e roupas com mangas compridas se estiver na área de risco.

GRAVIDEZ

Quem tomou a vacina e engravidou em menos de 30 dias deve fazer avaliação médica durante pré-Natal.

BEBÊS E MÃES

Vacina recomendada a partir de 9 meses. Já as mulheres que estão amamentando bebês acima de 6 meses de idade podem tomar a vacina. Se o bebê tiver menos de 6 meses e a mãe que amamenta se vacinar deve interromper a amamentação por 10 dias.

GRIPE

O paciente pode tomar a vacina gripado, a não ser que o paciente esteja usando altas doses de corticoide. Se for o caso, deve esperar algum tempo.

DEFICIÊNCIA RENAL

Quem deficiência renal deve passar por avaliação clínica antes de tomar a vacina.

Febre amarela (Foto: Alexandre Mauro/Editoria de Arte G1)

VOLTA AS AULAS É NA AMAZON

 

 

Deixe seu comentário: